Fotografia: Alana Krás

T △ I é nativa de Mairi Tupinambá, atualmente Belém-PA, artista visual e professora na faculdade Estácio-FAP, formada em Moda pela UNAMA-PA e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Em seus projetos de ilustração e histórias em quadrinhos, busca falar sobre representatividade e empoderamento, se inspirando principalmente nas narrativas de mulheres e da população LGBTQIA+ amazônidas, além do resgate da cultura ancestral da região em que pertence, trazendo em seus trabalhos a conexão com a fauna, flora, comunidades e os espíritos da floresta. 
É uma das criadoras e presidente do Instituto MARPARÁ, o qual busca trazer visibilidade às mulheres artistas visuais do estado; coordenadora da agência experimental de Design Gráfico da faculdade Estácio-FAP e integrante do núcleo de comunicação da Associação Indígena Multiétnica Wyka Kwara. 
Produziu trabalhos para empresas como Nivea, Grendha, Salon Line, Art Battle Brasil, Nova Escola, Cengage Learning, entre outras. Participou das publicações “Colapso” (Peba, 2021), “Açaí Pesado 3: Distopia Neocabana” (Açaí Pesado, 2021), “Mulheres & Quadrinhos” (Skrypt, 2020), “Açaí Pesado 2: Lendas Urbanas” (Açaí Pesado, 2019), além das exposições "Wira Ita Amasuniapura" (2021) na Galeria Azimute (PA), "O Futuro é Mulher" (2020) na Galeria Theodoro Braga (PA) e “EUS” (2015) na Galeria Sala (SP). Foi proponente e ajudou a organizar o Tarô Amazônida - Arcanas Maiores (2021), projeto coletivo feminino contemplado na Lei Aldir Blanc - Design e Moda, que adaptou e ilustrou 22 das 78 cartas do tarô para as culturas amazônidas.

links
"Wira Ita Amasuniapura" Galeria Azimute (Pará) 2021
"O Futuro é Mulher" na Galeria Theodoro Braga (Pará) 2020
“Fluxos” na Galeria Azimute (Pará) 2019
“Amor em Tempos de Ódio” na Ná Figueredo (Pará) 2018
“Belém Fantasma” na Galeria Azimute (Pará) 2017
“Eus” na Galeria Sala (São Paulo) 2015
“Exposição Coletiva Sala Ilustrada” na Galeria Sala (São Paulo) 2014
Exposições
Publicações
“Colapso: Quarentena Gráfica” Peba Publicações 2021
“Açaí Pesado 3: Distopia Neocabana” Açaí Pesado 2021
"Urban Sketchers Belém" Sketchers do Brasil 2020
"O Obituário" Açaí Pesado 2020
“Mulheres & Quadrinhos” Skrypt 2019
“Açaí Pesado 2: Lendas Urbanas” Açaí Pesado 2019
“#DRX” FCPA 2019
“Simplesmente Eneida” FCPA 2018
“O Corvo” Editora Empíreo 2015

Tarô Amazônida - Arcanas Maiores 2021
Projeto coletivo feminino contemplado na Lei Aldir Blanc - Design e Moda, que adaptou e ilustrou 22 das 78 cartas do tarô para as culturas amazônidas.

Prêmios
Formação​​​​​​​
"Pintura Digital" Quanta | "Desenho de Moda" Quanta | "Histórias em Quadrinhos" Quanta 2022
"Aquarela" Aline Folha | "Video Mapping" VJ Suave 2021
"Aquarela" Gidalti Moura 2019  
"Teoria Cromática" Quanta| "Cenário para Animação" Quanta | "Storyboard e Colorscript" Quanta 2019
"Character Design" Quanta| "Pintura Relâmpago" Quanta | "Desenho" Quanta| "Expressões Corporais" Quanta 2018
“Desenho Expressivo” Quanta | “Perspectiva” Quanta 2018
“Acompanhamento Artístico” Lado B 2017
“Ilustração” Quanta | “Aquarela” Plein Air 2016
“Aquarela” Renato Palmuti 2014
“Fotografia e Edição de Imagem” Escola São Paulo 2013
“Ilustração e Processo Criativo” Sala Ilustrada 2012-2015
“Aquarela” Casa da Linguagem 2012
“Design Gráfico” Prepara 2012
“Illustrator e Photoshop CS5: Ilustração e Tratamento de Imagem” SENAC 2012
“Mestrado em Comunicação e Semiótica” Pontifícia Universidade Católica de São Paulo 2016
“Bacharelado em Moda” Universidade da Amazônia 2011